segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Cine Paz

Cine Paz - Av .  Princesa  Isabel,  380,  Centro,  Vitória,  no  Edíficio  Dionysio  Abaurre.

Fachada do Cine Paz, em cartaz o filme o Trapalhão na Ilha do Tesouro, funcionava na Avenida Princesa Isabel, 380, no edíficio Dyonissio Abaurre. Vitória. 1975. Acervo Família Abaurre.

Histórico: Com a promessa que seria “o melhor cinema do estado”, em 25 de março de 1975, com suas paredes e cadeiras em vermelho, o Cine Paz foi inaugurado com o filme: Papillon. De propriedade de Dionysio Abaurre, com capacidade para 700 cadeiras, um corredor interno mais amplo do que os outros cinemas, apresentava cuidados do proprietário no que diz respeito à tecnologia e conforto para a época.
A sala também foi palco de um festival de cinema organizado por Amylton de Almeida na década de 80. Durante uma semana eram reprisados os melhores filmes do ano anterior, sendo que cada filme ficava em cartaz apenas um dia. O festival foi o maior sucesso e desde o começo foi bem aceito pelo público, que comparecia em massa às exibições. Um dos filmes que marcaram o festival em número de público foi o musical Hair.
No período de férias escolares, a grande atração da sala eram os famosos filmes infantis dos Trapalhões. A platéia lotava a sala depois de agüentar pacientemente as longas filas que rodavam os quarteirões da avenida Princesa Isabel. E enquanto esperavam chegar a vez de assistir o filme, pais, mães, tias e avós colocavam o papo em dia e, como quem não quer nada, pegavam carona com a meninada para mais uma sessão de cinema.
Inauguração: 25 mar. 1975.
Capacidade: 700 lugares.
Período de funcionamento: 1975-199_.

Exibidor: Dionysio Abaurre.

Entrada do Cine Paz com lustre e bonbonière. Vitória. 1975. Acervo Família Abaurre.
Entrada do Cine Paz visto da rua, a direita fechada a bilheteria, no interior lustre e bombonière. Vitória. 1975. Acervo Família Abaurre.

Tela do Cine Paz, com capacidade de 700 lugares e cadeira e paredes em vermelho. Foi inaugurado com o filme Papillon. 1975. Acervo Família Abaurre. 


Cabine de projeção e cadeiras do Cine Paz. Vitória. 1975. Acervo Família Abaurre.




Interior do Cine Paz visto da tela. Vitória. 1975. Acervo Família Abaurre. 

Sala de espera do Cine Paz. Vitória. 1975. Acervo Família Abaurre. 


Edíficio Dyonissio Abaurre, na avenida Princesa Isabel, Centro, onde se vê a placa Vitória Diversões Eletrônicas funcionava o Cine Paz. Vitória. 2002. Acervo André Malverdes.

O Cine Paz em festival de cinema com o público disputando para assistir o filme Hair. Ano: 198_. Fonte: Acervo Arquivo Público do Estado do Espírito Santo / Jornal A Gazeta.

Gerente do Cine Paz, sr. Felix, também foi gerente do Cine Vitorinha, muito fiscalizador barrava quem tentava entrar de chinelo ou bermuda no Cine Paz.

Colaboração: facebook/FotosantigasdoEspíritoSanto.

 Praça Getúlio Vargas em construção. Ao fundo o edíficio Dionysio Abaurre, onde no térreo funcionaria o Cine Paz, na Avenida Princesa Isabel, 380. Data: 01/02/1974. Acervo Família Abaurre.



Praça Getúlio Vargas em construção. Ao fundo o edíficio Dionysio Abaurre, onde no térreo funcionaria o Cine Paz, na Avenida Princesa Isabel, 380. Data: 01/02/1974. Acervo Família Abaurre.

Cine Paz, em 1990. Baú do Gessimar Machado. Facebook/Fotos Antigas do ES.

13 comentários:

  1. Q nostalgico!!kkk,assisti muito filme nesse cinema!saudades

    ResponderExcluir
  2. Pois é... nessa época ir ao cinema era uma programação deliciosa. Até a pipoca tinha sabor.

    ResponderExcluir
  3. O porteiro do Cine Paz era o rigoroso "seu" Felix.

    ResponderExcluir
  4. TINHA AS POLTRONAS MAIS CONFORTÁVEIS DE TODOS OS CINEMAS !!!

    ResponderExcluir
  5. Fui assistir O exterminador do futuro.

    ResponderExcluir
  6. Assisti muitos filmes aí na minha mldesta opinião deveria-se voltar!!! Quando começou esses shoppings aí acabou-se todos...

    ResponderExcluir
  7. Tive o prazer de trabalhar no cine gandaia e cine paz como baleiro

    ResponderExcluir
  8. Tive o prazer de trabalhar no cine gandaia e cine paz como baleiro

    ResponderExcluir
  9. Tenho 3 cadeiras do cine Paz,amo de paixão,Qt emoção,ainda com os números,26,18 e 16. Relíquia.

    ResponderExcluir
  10. Que saudade!!! Primeiro filme que fui ver com minha esposa quando ainda nós namoravam, "A Lagoa Azul". Marcante para nós.

    ResponderExcluir
  11. O filme nacional que mais assisti em um cinema ,foi no cine Paz acho que assisti umas 9 a 10 vezes , o filme feito aqui em Vitória e Vila Velha , QUANDO AS MULHERES QUEREM PROVAS , em 1975.

    ResponderExcluir

Você tem mais alguma informação sobre este cinema?